O Executivo e seus desafios.

executivo e seus desafiosCriatividade, linguagem clara e inspiradora, entregar produtos e serviços da empresa com nível de excelência. Estas são apenas 3 das 67 competências que um executivo precisa ter desenvolvido em sua carreira, segundo Sérgio Avenbach, presidente da Korn/Ferry para América do Sul. Ele aponta, em entrevista para o Valor Econômico, em 13/03/2014, que através de estudos realizados pela empresa, identificou-se 19 características que podem prejudicar fortemente a carreira deste profissional. Ele diz: “Quando o trem perde o rumo, segue-se a tragédia”. Se analisarmos as 10 principais atitudes que podem prejudicar a carreira do executivo, segundo a Korn/Ferry International, encontraremos: 1) “Supergerenciar” ou “microgerenciar” 2) Viver na defensiva 3) Depender  de apenas uma habilidade 4) Não ser estratégico 5) Apresentar deficiências em competências-chave 6) Errar na escolha da equipe 7) Demonstrar falta de compostura 8) Não desenvolver o espírito de equipe 9) Ter ambição exagerada 10) Ser insensível aos outros Podemos afirmar que em 6 entre as 10, estamos falando de relacionamento com outras pessoas. É certo que por trás da redoma de um executivo, mora um SER HUMANO, com todas suas incertezas, medos e ansiedades. Uma reflexão contínua sobre quais são as barreiras que lhe impedem de atingir seus objetivos, quais são seus pontos fracos e quais são os hábitos e padrões que necessitam ser mudados já lhe ajudam no processo de aprimoramento. Vamos voltar à questão de relacionamento. Entre as 3 competências para o sucesso de um executivo, todas estão diretamente ligadas ao relacionamento entre pessoas. Linguagem clara e motivadora para que seu time tenha compreensão clara de seus objetivos. Entregar produtos e serviços com excelência também faz parte do processo de motivação e engajamento de sua equipe. Em um estudo produzido pela Futurestep, uma empresa Korn/Ferry International, em Junho de 2013 sobre o impacto da inovação no recrutamento e gestão de talentos, percebe-se que além de trabalho flexível, o contato e comunicação da equipe de liderança e compartilhamento de estratégias estão entre os que geram maior impacto para engajamento dos profissionais – em resumo – o sentimento de fazer parte da equipe e ser reconhecido é bastante estimulante. Impacto Metodos Inovadores para engajamento Steven Johnson, em uma palestra proferida no TED (Conferências sobre Tecnologia, Entretenimento e Design) chamada “Where Good Ideas Come From”, entre outros aspectos, bastante interessantes sobre o processo de criatividade, menciona que ideias inovadoras não vêm de um momento solitário, mas da troca de informações entre pessoas, por exemplo, aproveitando horas em um café. O ambiente fora de sua sala poderá estimular ainda mais a troca de ideias com outras pessoas e a conversa sobre seus desafios. Vale refletir agora, como você está se relacionando com sua equipe?  

Após o Carnaval, começa o ano para os brasileiros? Reveja suas metas.

Já é de praxe dizer que o ano só começa depois do Carnaval. E como todo inicio de ano, fazemos planos e traçamos nossas metas. Vale agora rever tudo o que você prometeu que iria fazer no inicio de Janeiro. Planejamento 2014 A dieta, os exercícios, um novo curso, um novo emprego, ganhar mais dinheiro, ter filhos, se formar, casar – enfim, quando você traçou suas metas para o ano de 2014, você tinha 12 meses pela frente – agora, só lhe restam 10 – ou melhor, 9 se você eliminar o mês da Copa do Mundo de seus planos. Ou se os jogos da Copa fizerem parte do planejamento, aí sim, você tem que correr!  Veja bem, não estou querendo ser pessimista e colocar você de baixo astral, logo no inicio do ano. Apenas quero que você consiga realizar seus planos. Como uma revisão de planejamento que a maioria das empresas fazem – é momento de você rever seus planos. Então, mãos à obra: 1) Reavalie seus objetivos: certifique-se que os objetivos que você definiu são aqueles que você realmente deseja alcançar ao longo deste ano. Selecione os mais importantes para você e estabeleça um equilíbrio entre os vários setores de sua vida (financeiro, familiar, educacional, espiritual, pessoal). 2) Trace suas metas: avalie se realmente as metas estipuladas são capazes de serem cumpridas até o final de 2014. Pondere se elas são desafiadoras e ao mesmo tempo possíveis de serem atingidas. O desafio move as pessoas para frente, porém não pode ser paralisador. Dentro de cada meta, estabeleça o prazo – com dia e mês que terá isto realizado.  3) Estabeleça seu plano de ação: dentro do cronograma, priorize quais são as etapas e passos necessários para você conseguir o que deseja. Verifique se necessitará de recursos para atingir seus objetivos – por exemplo: se você deseja ser fluente em inglês, necessitará de recursos para contratar um professor ou um curso.Projeto de Vida 4) Monitore e faça revisões periódicas:  verifique se realmente você está trabalhando na realização de seus objetivos. Foco é o grande segredo! Para aqueles objetivos mais difíceis, quebre as metas em metas menores para que você vá trabalhando sucessivamente e não se perca em desânimos pontuais. Lembre-se: comemore muito quando tiver alcançado um objetivo. 5) Tenha um técnico-confidente: confie em alguém para ser seu “coach”, ou melhor, seu técnico. O técnico irá fazer com que você não saia do seu foco, dando apoio e encorajando você a manter sua motivação para trilhar seu plano de ação e concretizar seus sonhos. Neste caso, você poderá optar por um “Coaching” profissional ou mesmo por uma pessoa amiga e próxima que conheça bem os seus mecanismos de fuga (não fique chateado, todos nós temos um...). Por último e não menos importante: Comece a agir! – esta é a melhor parte de um planejamento! Feliz novo ano!